quarta-feira, 3 de novembro de 2010

É HORA VITÓRIA !


Mais do que nunca, o Vitória tem neste momento reunidas condições humanas, desportivas e financeiras que permitem projectar a médio prazo o futebol do clube para um futuro de sucesso, que honre com títulos  Guimarães, a sua história e as suas gentes. 

O que faz do Vitória diferente de qualquer "clube da moda", como já o foi o Boavista e está a ser o Braga, é a sua base popular. O  “renascido” inferno branco,  mais de dez mil indefectíveis almas que, com melhores ou piores épocas, com A ou B a treinar, na 1ª ou na 2ª dizem sempre presente e nunca rasgam o cartão, nem trocam de clube.
A discussão sobre o 4º grande tem desencadeado os mais variados argumentos, e até algumas anedóticas encomendas jornalísticas. Discussão desnecessária diga-se, porque é por todos sabido e reconhecido que, para lá dos ditos três grandes, o Vitória tem em número a maior massa adepta do país. E que em termos de apoio, se é que se pode quantificar, não há volta a dar: mais do que primeiros, somos ÚNICOS.

E ninguém melhor do que os nossos para conduzir o nosso clube. Hoje a estrutura do nosso futebol está finalmente assente em pilares Vimaranenses, de competência reconhecida. Dois homens que, acredito, poderão ser o rosto de um Vitória vencedor.
Manuel Machado, treinador de personalidade vincada, é um construtor de equipas, conhecido por fazer muito com pouco. O seu percurso e até o seu passado de  ligação ao Vitória falam por si. É Vimaranense e Vitoriano.
José Pereira, também Vimaranense e Vitoriano, um passado como treinador menos recheado, mas um historial ligado ao clube que fala também por si. Em ano de estreia nas funções de director desportivo tem sido uma agradável surpresa, notando-se já alguma definição na política desportiva do futebol do Vitória. Contratações criteriosas, plantel forte,  jogadores jovens e de discurso ambicioso. Jogadores que todos queremos à Vitória, bases para o futuro.
É aqui que cabe também a maior crítica que lhes possamos para já apontar: o pouco aproveitamento das camadas jovens. O Vitória tem uma das melhores escolas do país, muitos jovens nas selecções, a equipa de juniores sistematicamente na fase final do campeonato nacional. Na equipa sénior, apenas Tomané vai a espaços marcando presença. Numa época em que perdemos duas referências Vitorianas no plantel, Moreno e Custódio, e com Flávio Meireles a caminhar para o final da carreira, espera-se a renovação da mística. Esperemos que seja uma questão de tempo… 

Em termos financeiros, a inesperada venda de Bébé trouxe um novo fôlego às contas vitorianas e deve ser a almofada financeira que sustente o projecto Vitoriano.  Porque 5 milhões de euros, que se esperam bem geridos, para além do desafogo orçamental, dão ao Vitória poder económico para a partir de agora não só investir bem na equipa de futebol mas também aguentar a pressão da venda. Os primeiros sinais são positivos e têm nome: Toscano e Nilson.

Por isso Vitória, é hora.
É hora de reestruturar o clube financeiramente para que sem mais demora se aposte na equipa. É hora de aproveitar a janela aberta por Bebé de Guimarães para o mundo e potenciar as camadas jovens.  
É hora caros Vitorianos, de dar tempo e estabilidade aos profissionais do clube. A hora é de confiança e união, de  incentivar e não de assobiar. Temos de acreditar sabendo que não há resultados imediatos.
É hora de rentabilizar a tão falada camisola 12, concretizar uma ideia de marketing  capaz de aproveitar um capital humano único, autêntico exército que defende o clube com unhas e dentes e segue o Vitória para todo o lado. É hora de criar condições para aumentar e solidificar ainda mais o exército.

Mas é também hora de recompensar as tropas. E as tropas Vitorianas pedem títulos.

A hora, Vitória, é de ganhar.

Paulo César Mendes

5 comentários:

  1. Ricardo_Vitória_até_morrer3 de novembro de 2010 23:43

    Quem fala assim não é gago. Vamos lá ver no que este Vitória se vai tranformar, vamos ver se este ano já é "a hora de ganhar".
    Força Vitória

    ResponderExcluir
  2. Força Vitória.
    Estamos sempre contigo!
    "È HORA VITÓRIA!"

    ResponderExcluir
  3. é hora de quê?
    ahahaha
    Olhai para onde nos tamos, champions league!
    Magico Braga

    ResponderExcluir
  4. Realmente dos melhores textos que li até hoje, mas essenciamente é tudo aquilo que tenho dito.

    Quanto ao Marroquino, boa sorte, aproveitai agora porque dentro de algum tempo ides fazer companhia ao boavista (devia ser pedida uma auditoria à camara de braga, para saber a lavagem de dinheiro que lá anda com a ajuda do braga).

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o texto.
    Vitória ate morrer!

    ResponderExcluir